Today- Por Sergio Biston

Gravado entre os dias 10 e 12 de março de 1975 em Holywood, Today traz o retorno de Elvis aos estúdios após  um afastamento de mais de um ano. Após o fim das sessões de Dezembro no Stax, Elvis embarcaria numa jornada épica pelos Estados Unidos, num total de 158 shows em 1974. O único trabalho oficial nesse ano foi a gravação do álbum ao vivo em Memphis, e a RCA aproveitou para lançar o material de estúdio gravado no ano anterior e o primeiro disco originado da compra dos direitos de todo o catálogo de Elvis entre 1954 e 1973, Elvis A Legendary Perfomer Vol 1. A RCA dedicou grande esforço na divulgação da compilação, na qual Elvis e o Coronel não receberiam um centavo sequer, e o resultado foi um sucesso de vendas, somando mais unidades do que os seus três últimos discos. Após um fim de ano tumultuado e uma internação hospitalar em Janeiro de 1975, com vistas a livrá-lo dos efeitos nocivos de sua adição cada vez maior em medicamentos, Elvis voltou finalmente a um estúdio. Diferente das maratonas de gravações que se tornaram praxe em 1970, o disco foi gravado em apenas três dias. Com interesse renovado e em muito melhor estado físico e de espírito, as gravações resultantes mostraram grande vigor.
Das 10 faixas, 3 são novas e as demais são covers de sucessos de outros artistas. Entre as inéditas está a faixa que abre o disco, T-R-O-U-B-L-E, uma composição country que Elvis transformou em rock. Presley ataca com gosto a letra complicada, imprimindo ritmo e cadência impecáveis à composição. Com arranjos eficientes de piano, guitarra e bateria, T-R-O-U-B-L-E se destaca como uma de suas melhores produções nos anos 70.
Woman Without Love e Bring It Back são as outras duas faixas que estreiam na voz de Elvis. Woman Without Love é a única canção descartável do disco. Esquecível e com letra piegas que faria qualquer feminista ferver de ódio. Já Bring It Back está em outra liga. É mais uma balada que consegue evocar uma performance sentida de Elvis e mesmo não sendo uma canção memorável, é uma ótima adição ao repertório.
Entre os covers estão re-leituras de Fairytale, I Can Help, Green, Green Grass Of Home e And I Love You So. Esta última evoca outra grande interpretação emotiva e os arranjos de piano, cordas e vozes emolduram belíssimamente a voz de Elvis.
Susan When She Tried é mais um bem sucedido cover de uma canção obscura, com uma interpretação espirituosa e descontraída à exemplo de Shake A Hand, esta por sua vez, uma divertida versão de um antigo sucesso de 1953.
Mas é talvez Pieces Of My Life que marque o ponto alto do disco. Escrita e lançada originalmente por Charlie Ritch, poderia se dizer que foi feita sob encomenda para Elvis, que mais do que  nunca, passava um momento delicado em sua vida pessoal. Com uma produção impecável, que começa com um piano e cordas  soturnos para depois subir num crescendo dramático no refrão, Elvis abraça cada palavra, cada nuance de amargura de um homem que reflete os erros de sua vida e a solidão. É mais um momento biográfico em forma de música. Pieces Of My Life, vem fazer compania a Always On My Mind, You Gave Me A Moutain e Separate Ways, todas canções gravadas no período de seu divórcio e que refletiam, veladamente, seu estado de espírito.
O disco foi bem recebido pela crítica. A Bilboard escreveu que esse era "um retorno da expressividade, emoção e força na voz de Elvis" e chamou o disco de "Versátil" e "Energético".
Elvis parece também ter gostado do álbum e o usou como base para montar o novo repertório de suas apresentações em 1975. T-R-O-U-B-L-E, And I Love You So e Fairytale tornaram-se presença fixa nos shows e Pieces Of My Life e Shake a Hand fizeram aparições raras nos shows de Julho do mesmo ano. Elvis promoveu o disco mais do que o costume, não só por incluir as músicas mas também por mencionar o nome do álbum em alguns shows. A inicitiva pareceu surtir efeito e o disco vendeu cerca de 400.000 cópias, uma significativa melhora em relação aos lançamentos que o precederam e sua maior vendagem desde o Aloha From Hawaii em 1973.
Nas paradas Today não conseguiu repetir o sucesso, apesar dos esforços. Lançado como single, T-R-O-U-B-L-E não passou da 35ª posição e vendeu apenas 200.000 unidades, possivelmente devido a falta de promoção da RCA, que preferiu concentrar os esforços de divulgação em mais um produto da aquisição do catálogo, o disco Pure Gold. Com vendas na casa dos dois milhões de cópias, Elvis e o Coronel começavam a perceber a dimensão do erro cometido ao entregar todo o catálogo de Elvis por meros 5.4 milhões de dólares.

                     


 
Elvis Today


® Sergio Luiz Fiça Biston, Abril de 2013



 



® 2005-2013 Elvis Collectors Brasil. O conteúdo deste site, seus textos e layout são de exclusividade do mesmo. Qualquer reprodução do seu conteúdo sem prévia autorização dos proprietários é proibida e consiste em falta ética.


Elvis Today

(US) RCA APL 1 1039

Lado 1

1. T-R-O-U-B-L-E
2. And I Love You So
3. Susan When She Tried
4. Woman Without Love
5. Shake A Hand
Lado 2
6. Pieces Of My Life
7. Fairytale
8. I Can Help
9. Bringin’ It Back
10. Green, Green Grass Of Home